Esse blog é uma verdadeira caixa de retalhos, escrevo tudo o que quero, lê quem quiser e comenta quem acha alguma coisa.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Carnaval




Nos anos 80 tinha um personagem de tirinhas cômicas no jornal da minha cidade (Jornal NH) que se chamava Sofrenildo. Esse personagem do livro acima, até fiquei curiosa... Bem, esse personagem marcou a minha infância e até hoje me refiro nele quando falo de férias...

Tudo porque uma vez fomos passar 15 dias numa praia aqui do Rio Grande do Sul, Mariluz, quem conhece sabe, no Hotel Oásis, um terror, não sei se o hotel melhorou hoje em dia, mas o pior daquelas férias foram OS 15 DIAS DE CHUVA! Ininterruptas! Nunca vi tanta chuva na vida! Eu devia de ter uns 12 anos e meu irmão uns 6 anos, talvez tivéssemos até menos do que isso!

Compramos umas cartas de baralho, bem vagabundas, e gastamos elas de tanto jogar pife, disputávamos os fones de ouvido para ouvir música sem atrapalhar meu pai que queria dormir de tarde (coisa que os adultos mais fizeram, dormir), eu ouvia uma música e o meu irmão outra. Minha mãe já não sabia mais o que fazer para nos entreter, imagine duas crianças trancadas num quartinho de hotel de quinta! Meu Deus!

E só o que falávamos era:
- SOFRENILDO SAI DE FÉRIAS!

Porque o pobre do Sofrenildo era um personagem do SamPaulo, um trabalhador, que fazia de tudo para que as coisas dessem certo, mas sempre acabava se lascando. Hoje em dia chamamos Lei de Murphy.

Mas na minha infância era: Sofrenildo vai ao supermercado, quando algo no mercado era de doer de tão chato, ou se desse algo errado.

Então, dei todas essas voltas para dizer que Sofrenildo vai a praia no Carnaval!
Só choveu, ficou frio, de ter que usar moletom, o mar estava gelado e no dia em que estávamos voltando abriu o maior sol!

Tá bom, deu para aproveitar na segunda e na terça, mas na terça já tinha que voltar, então quase não vale!

O bom de tudo isso foi que descansamos bastante, porque adulto quando chove descansa! E pude levar umas flores no mar (com chuva) no dia de Iemanjá. Odoiá, Minha mãe querida...

Uma parte triste do Carnaval foi o 10° lugar da Mangueira no Carnaval...



Nenhum comentário: