Esse blog é uma verdadeira caixa de retalhos, escrevo tudo o que quero, lê quem quiser e comenta quem acha alguma coisa.

segunda-feira, 26 de maio de 2008

O Poder das Palavras

Eu realmente acredito no valor e no poder das palavras. Mas palavras escritas, as faladas se perdem no ar e somem no vento.

Gosto das palavras escritas, pois elas guardam algo de eterno nelas. Uma vez escritas no papel só se destroem caso agentes externos o façam. Mesmo assim estão ali, eternas...

Se estão escritas em bytes, em caneta, em lápis, seja o que for, mas são marcas que não se apagam facilmente.

Quando você fala algo para uma pessoa, diversas interferências podem acontecer na comunicação, ou é um ruído que acontece no meio da conversa, uma interrupção de qualquer natureza que tira o foco do assunto e algo se perde.

Uma vantagem da linguagem falada é que você pode expressar os sentimentos, único ponto que a palavra escrita perde... Se é na internet tem os emoticons para dar conta dessa parte.

Ainda sou do tempo das cartas e nesse ano tive que recorrer a elas para dar conta de assuntos de família que eu não teria coragem suficiente para dizer "na lata" da pessoa. Escrevi cartas então. Sim, daquelas de envelope, selo e tudo. Quase não se faz mais isso.

O que estou querendo dizer é que nesses dois casos, a carta funcionou, surtiu o efeito desejado. Expus a minha idéia e a pessoa atendeu, viu que era real a minha preocupação e a minha decepção com as atitudes dessa pessoa.

Escreva cartas quando tiver algo "entalado" para falar, tem grande chance de dar certo!



2 comentários:

ZekiBoy disse...

Olá! Eu também não tenho coragem de dizer certas coisas. Nunca tinha usado cartas pra dizer essas coisas. Mas quando finalmente tomei coragem para dizer, eis que deu muito certo!

Belo post!
Beijos.

Fabi =^..^= disse...

Muito inteligente a pessoa que te deu essa idéia (rs)...