Esse blog é uma verdadeira caixa de retalhos, escrevo tudo o que quero, lê quem quiser e comenta quem acha alguma coisa.

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Seria cômico se não fosse trágico

Pois bem, nesse dia em que fomos ao centro, bordejar e olhar vitrines. Logo que chegamos ao centro, fomos ver a vitrine de uma loja grande que tem bem em frente a praça. Estávamos olhando e comentando que bonitas as roupas ao que escutamos um choro vindo do nosso lado.
Olhamos e era uma mulher sentada com um homem e uma menina em pé a sua frente.
A mulher devia estar chorando há horas pois os olhos estavam hiper vermelhos.
Não entendemos nada do que ela estava falando, ouvimos apenas uma frase:
- Vocês não me merecem! (ou algo desse gênero).
Tudo bem, continuamos a nossa peregrinação.
Fomos até a galeria e depois decidimos ir a um café tomar/comer algo.
E quem encontramos lá em uma mesa? O mesmo trio, e a mulher chorando copiosamente e fazendo uma DR (discussão de Relação) poderosa em pleno café.
Tínhamos a opção de sentar em uma mesa bem ao lado do trio, mas optamos por uma bem longe. Mas de onde eu estava dava para ver a mulher.
Eis que uma hora ela estava até rindo já, pensei, pronto, se entenderam.
Ficamos mais algum tempo ali e nem notamos mais eles. Só que uma hora, vimos apenas que o homem e a menina sairam às pressas do café, mas sei lá, que gente louca, tudo bem, vai saber.
Decidimos ir embora, depois de nos locupletarmos de doces e na volta, quem envontramos?
O trio e a mulher chorando copiosamente em plena rua novamente.
Fica a questão, porque ela chorava tanto?
Nunca vamos saber...

Férias

Fazia tanto tempo que não tinha férias que nem sei direito o que se faz nas férias.
Mas comecei bem com a faxina/arrumação já mencionada.
Depois no final de semana veio meu irmão, que ficou até ontem aqui conosco, fomos ao centro uma vez só, pois o tempo não colaborou.
Foram dias muito legais onde deu para matar a saudade de quando morávamos juntos!

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Faxina!

Tirei o dia de hoje, já que aqui na cidade é feriado (Dia do Colono), para fazer um faxinão. Arrumação, não limpeza, isso a Dona Marina já fez na quinta-feira. Esse tipo de faxina só a dona da casa pode fazer, colocar tralhas e traquitanas fora, abrir espaço para o novo, organizar as coisas que estão amontoadas, se surpreender encontrando coisas há muito perdidas! Nossa, é uma faxina na alma também, dá uma sensação de leveza (bem que poderia emagrecer uns quilos da gente também). Mas devo ter emagrcido, já que passei a tarde toda funcionando!
Obviamente o marido já reclamou de ter colocado tanta coisa fora, hihi!

Significados

Recebi pelo E-mail, desconheço a autoria.

  • Muito é quando os dedos não são suficientes.
  • Pouco é menos da metade.
  • Ainda é quando a vontade está no meio do caminho.
  • Lágrima é um sumo que sai dos olhos quando se espreme o coração.
  • Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta para os outros.
  • Vergonha é um pano preto que você quer para se cobrir naquela hora.
  • Solidão é uma ilha com saudade de barco.
  • Abandono é quando o barco parte e você fica.
  • Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue.
  • Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento re-apresenta um capítulo.
  • Ausência é uma falta que fica ali presente.
  • Tristeza é uma mão gigante que aperta seu coração.
  • Interesse é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento.
  • Sentimento é a língua que o coração usa quando precisa mandar algum recado.
  • Emoção é um tango que ainda não foi feito.
  • Desejo é uma boca com sede.
  • Paixão é quando apesar da palavra "perigo" o desejo vai e entra.
  • Excitação é quando os beijos estão desatinados pra sair da sua boca depressa.
  • Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego.
  • Ansiedade é quando sempre faltam cinco minutos para o que quer que seja.
  • Preocupação é uma cola que não deixa o que ainda não aconteceu, sair do seu pensamento.
  • Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer, mas acha que deveria querer outra coisa.
  • Agonia é quando o maestro de você se perde completamente.
  • Sucesso é quando você faz o que sempre fez, só que todo mundo percebe.
  • Sorte é quando a competência encontra com a oportunidade.
  • Ousadia é quando a coragem diz para o coração: "Vá!" e ele vai mesmo.
  • Lealdade é uma qualidade dos cachorros, que nem todo ser humano consegue ter.
  • Decepção é quando você risca em algo ou em alguém um "X" preto ou vermelho..
  • Indiferença é quando os minutos não se interessam por nada especialmente.
  • Certeza é quando a idéia cansa de procurar e para.
  • Desilusão é quando anoitece em você, contra a vontade do dia.
  • Desatino é um desataque de prudência.
  • Alegria é um bloco de carnaval que não liga se não é Fevereiro.
  • Razão é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o mandato.
  • Prudência é um buraco de fechadura na porta do tempo.
  • Lucidez é um acesso de loucura ao contrário.
  • Pressentimento é quando passa em você um trailer de um filme que pode ser que nem exista.
  • Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.
  • Vontade é um desejo que cisma que você é a casa dele.
  • Culpa é quando você cisma que podia ter feito diferente, mas, geralmente, não podia.
  • Raiva é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes.
  • Perdão é quando o Natal acontece em Maio, por exemplo.
  • Renúncia é um não que não queria ser.
  • Vaidade é ter um espelho onisciente, onipotente e onipresente.
  • Amigos são anjos que nos levantam quando nossas asas estão machucadas.
  • Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma.
  • Sorriso é a manifestação dos lábios quando os olhos encontram o que o coração procura.
  • Desculpa é uma palavra que pretende ser um beijo.
  • Beijo é um procedimento inteligentemente desenvolvido para a interrupção mútua da fala quando as palavras tornam-se desnecessárias.
  • Amor é quando a paixão não tem outro compromisso marcado.
    Não.
    Amor é um exagero... também não.
    É um cuidar de ... Uma batelada de carinho?
    Um exame, um dilúvio, um mundaréu, uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego?
    Talvez, senão tivesse sentido...
    Talvez porque não houvesse explicação, esse negócio de amor não se definir.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Nova Fase

Estou numa fase de transição. Estou iniciando uma nova fase, já fui estudante, trabalhadora e agora vou ser estagiária.

É uma nova etapa em minha vida e será muito cansativa, mas uma fase ótima de aprendizado. Passei tanto tempo na faculdade, não vendo a luz no final do túnel e agora entrando no estágio eu começo a vislumbrar a saída, afinal já se vão 12 anos desde que entrei na Unisinos.

Nunca deixei de acreditar que me formaria, mesmo passando por reformas curriculares que me levaram de volta ao primeiro semestre enquanto eu fazia disciplinas do 5° semestre já.

Foi um período difícil, mas hoje vejo que tive um grande aprendizado com tudo isso, que é a capacidade de me moldar às diversas situações que a vida me impõe. Essa é a última semana que eu trabalho no escritório onde estou, também aprendi muita coisa lá.

Gostei muito de trabalhar lá tanto é que o meu estágio será numa área em parceria com o direito.
Farei estágio na Mediação, onde um colega do direito e um da psicologia buscam mediar conflitos buscando a resolução do caso através de um acordo entre as partes, isso evita tanto gasto de dinheiro com o ingresso de um processo quanto o desgaste emocional dos envolvidos, ainda mais quando se trata de famílias onde existem crianças.

Espero muita coisa, espero coisas boas, espero muito estudo, espero ficar pós-graduada na melhor posição para dormir no ônibus. Mas acima de tudo que o estágio sirva para me formar como uma grande pessoa, uma ótima profissional.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Violão

Não é modéstia não, mas cada dia mais me surpreendo com a minha evolução no violão. Tirando a minha tentativa frustrada aos 9 anos de idade de tocar o instrumento, nunca mais tinha pego um violão na vida (só para segurar para os outros). Faz uns 3 meses que comecei a tocar (auto-didata), inclusive.

E já estou começando a "arranhar" as temidas pestanas que todos fogem. Obviamente o som sai meio torto ainda, não vou mentir, mas estou evoluindo rapidamente. Pergunte a qualquer pessoa que toque violão, ela vai dizer que a pestana é uma das coisas mais chatinhas para aprender no violão.

Depois vêm os dedilhados, mas isso eu deixo para mais tarde.

Sabe qual é o segredo? Vontade de aprender e querer acertar. Se eu erro a música, começo tudo de novo até acertar, comecei tocando apenas músicas fáceis, agora toco as mesmas músicas fáceis com uma batida mais encorpada, conseqüentemente mais difícil.

Na verdade, estou me sentindo o máximo mesmo! E sabe porque toda essa felicidade? Porque eu já tentei tocar diversos instrumentos e nunca consegui passar da fase fácil do instrumento, quando começava a complicar eu já errava sempre e acabava desistindo. Por isso estou tão orgulhosa de mim mesma!

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Agora sim!

Devido a mais completa analfabetisse da criatura aqui, é preciso pedir socorro as pessoas mais iluminadas do que eu em Html e afins!

Para os entendidos, centralizar uma figura é uma bobagem, mas para mim é um bicho de sete cabeças!

Então, quando a gent não sabe a gente pergunta para quem sabe. Foi o que eu fiz, pedi ao meu amigo e consultor de informática para que me ajudasse nessa indiada e ele me ajudou!

Muito Obrigada Ezequiel pela super ajuda!

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Logo

Consegui colocar o logo, mas não sei como deixá-lo centralizado, vou ter que pedir ajuda a uma certa pessoa que sabe muito de informática!

Visual Novo

Bem, já que estou sem idéias para escrever, resolvi mudar a cara do blog.

Quero tirar um pouco a cara infantil dele e fazer ele ficar com uma cara de adulto!

Mês que vem começo meu estágio e já estou vislumbrando a carreira de psicóloga mais de perto. Acho que não pega muito bem para mim, ehehe!

Mas a criança que vive dentro de mim não vai desaparecer, vou continuar sendo como sou!

O visual ainda não está pronto pois o Blogspot está de mal comigo e não está "encontrando" ou "reconhecendo" a imagem que quero colocar no título... mas eu me acerto com ele, por hora, fica como está até ele ficar de bom humor novamente.

Em branco...

Preciso escrever algo aqui, mas não tenho idéias!

terça-feira, 8 de julho de 2008

Sobre a Lei Seca

Estava lendo jornal hoje de manhã e como já o fizeram na ocasião em que teve a proibição da venda de bebidas alcoólicas nas BR's, agora estão novamente fazendo o maior alarde na proibição da bebida juntamente com o volante.

Agora a indústria da bebida está fazendo a maior pressão para que seja novamente liberado o uso de bebidas alcoólicas junto com a direção.

Então, lendo depoimentos de usuários, li a fala de uma mulher que dizia que não tinha graça sair e não beber, pois não se divertia se não bebesse.

Gente, em que mundo nós estamos que as pessoas não sabem fazer festa sem teor alcoólico? Eu consigo me divertir sempre sem beber! Será que sou uma excessão?

quinta-feira, 3 de julho de 2008

A Cidade do Sol

Mais um livro de Khaled Hosseini, que escreve magnificamente, já escreveu O Caçador de Pipas, que é tão magnifico quando A Cidade do Sol.



Esse escritor Afegão tem uma sensibilidade para escrever sobre sentimentos que é incrível, assim que tiverem a oportunidade de ler um dos dois livros, assim o façam. Não sei escolher qual é o melhor!

Outra boa dica é: A Menina que Roubava Livros.



terça-feira, 1 de julho de 2008

Passei!

Passei na seleção de estágio!

Semestre que vem eu sou a mais nova estagiária da Mediação do PAAS.

Ai que emoção!