Esse blog é uma verdadeira caixa de retalhos, escrevo tudo o que quero, lê quem quiser e comenta quem acha alguma coisa.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Fim de Ano




Há algum tempo eu gostava muito do final de ano, Natal, talvez porque fosse criança e o Natal é a época dos melhores presentes! Mas de um tempo para cá venho ficando cada vez mais cética quanto essa data. Odeio músicas de Natal, pois são sempre as mesmas! Chega por essa época eu vou me escapando do coral, ehehe!
Mas quanto ao Natal o que penso é que se tornou uma data extremamente consumista, só um exemplo. Quando éramos crianças a decoração da casa se fazia no primeiro final de semana de Dezembro. Hoje os shoppings já começam a decorar desde o início de Novembro! Tudo para que? Para vender mais, para lucar mais para se dar bem.
Outra coisa, no final de ano todo mundo fica bonzinho! É gente que o ano todo sequer moveu uma palha para melhorar o mundo, exemplo, separar seu lixo, e chega final de ano e começa a doar presentes e brinquedos para os mais necessitados, ou seja, quer se redimir de um ano todo no final dele.
Muitas pessoas fazem caridade o ano todo e nem por isso aparecem na mídia, outras, tipo Ronaldo doam um monte de coisas para aparecer no jornal. Outras tantas pessoas fizeram a sua parte mas não aparecem na mídia.
É triste pensar que as crianças hoje em dia achem que o Natal é o aniversário do Papai Noel, que desconheçam totalmente o sentido do nascimento de Cristo ou qualquer outra simbologia religiosa que o Natal possa ter em outras crenças.
Por isso, durante o ano eu procuro fazer a minha parte, colocar uma gotinha de água no incêndio e com isso chegar ao final do ano sem esse desespero de fazer tudo o que não fiz pelos outros e por mim o ano todo.

4 comentários:

Daiane Daniela disse...

Pior que é verdade Fabi...
Eu tbm não sou mto fã das musiquinhas...
E te dou um conselho, se não quer ouví-las, passe longe d Gramado nessa época, ano passado fui lá e quase enlouqueci com essas musiquinhas, mas fazem parte neh...
Hohoho!!!

Fabi disse...

Aliás, não vejo graça nenhuma em Gramado, foi uma vez, foi todas!

Marco Y disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marco Y disse...

É Fabi... pelo seu ponto de vista, o natal é uma época de muita pobreza espiritual mesmo.

Além de ver pessoas fazendo caridade para aparecer, vejo que muitos mortais ficam deprimidos neste época por sentir que fracassaram em alguma coisa. Algumas por não ter namorado, outros por não ter dinheiro e outros motivos materias, quando na verdade deveríamos estar celebrando o fato de estarmos vivos e que podemos tentar contribuir para melhorar o mundo.

abraços