Esse blog é uma verdadeira caixa de retalhos, escrevo tudo o que quero, lê quem quiser e comenta quem acha alguma coisa.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Justificativa do post anterior

Para justificar o post sobre o Orkut seguem imagens (clique para ver maior):





























No mínimo assassinam o português!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Orkut é coisa de pobre!

No caderno Digital da Zero Hora de 21.01.2009 tem uma reportagem sobre o Orkut, vou reproduzir uma parte depois eu comento:

Todos Acessam

Cinco anos depois, o Orkut não é só coisa de jovem. A audiência é maior entre adolescentes do sexo feminino - público que geralmente tem mais tempo para lazer online - e menor entre as pessoas a partir dos 45 anos, segundo os dados do Ipobe/NetRatings. O portal, porém, é acessado por gente de todas as idades, graus de instrução e classes sociais:
- Pessoas com menos escolaridade e menor renda acessam mais, o que não quer dizer que pessoas com curso superior não usem o Orkut. Entre os internautas residenciais com pós-graduação, por exemplo, 59% entram no Orkut ao menos uma vez por mês - diz José Calazans, analista de internet da instituição.
A explicação: pessoas com maior escolaridade sabem que há outros conteúdos para acessar na web, Mas também há os que só tem o Orkut como referencial na internet.
Especialista em redes sociais, Raquel Recuero, da Universidade Católica de Pelotas, acredita que o Orkut teve importância fundamental na popularização da web no Brasil:
- Houve alfabetização digital por causa do Orkut. É um fenômeno muito importante. Essas pessoas, depois de se familiarizarem com o site, começam a se interessa, por outras ferramentas, como o MSN, por exemplo.
para alguns, o Orkut funciona ainda como um agregador. É possível ver pelo site clips dos seus artistas preferidos, as fotos do aniversário de parentes e, claro, também obter informação.

Pois bem, o Orkut é coisa de gente pobre e com baixa a instrução? Além disso ainda taxam as adolescentes do sexo feminino de desocupadas. O que os meninos estão fazendo nessas horas? Jogando bola, traficando, ou que mais?
Tem muita gente que se conheceu no Orkut, que encontrou amigos há muito perdidos, pessoas que fazem um uso bacana do site. Mas há também aqueles que o usam para fazer apologia a práticas ilícitas e afins...
Fica a critério de cada um fazer o melhor uso da ferramenta!

Amizades

Ando meio se inspiração para escrever no blog, mas resolvi comentar algo que aconteceu agora no início de 2009. Vou procurar relatar os fatos sem dar nomes aos bois, ou melhos às vacas!
Tenho que fazer um breve resumo para que eu me faça entender:
Ainda na infância tive uma amiga que me acompanhou até quase os 18 anos, nós fazíamos tudo juntas, era um grude só, mas sempre rolava uns stress pois eu era sou muito temperamental e ela era muito mimada, aliás ela era e acho que ainda é um clone teleguiado pela mãe dela, até a cor de cabelo elas tem igual, isso perdura até hoje, pelo que tenho conhecimento.
Pois bem, aos 18 anos nossas vidas tomaram rumos diferentes. Eu arrumei um namorado e ela não, mas logo depois arrumaram um namorado para ela, pois devido ao alto grau de competição que pairava entre nós ela não poderia ficar para trás.
Eis, que eu mudei de namorado, fiquei sozinha algum tempo e hoje estou casada. Ela casou com aquele primeiro namorado, até fui no casamento, no chá de panela, mas sem muito entusiasmo, a amizade já não era mais a mesma.
Há algum tempo eu andei procurando os amigos daquela época no Orkut, encontrei alguns e confesso que procurei por essa pessoa em especial, mas nada encontrei. Encontrei sim uma amiga em comum que fez a ponte, e começamos a trocar e-mails.
Algo desde já me chamou a atenção foi que eu mandei uma foto minha para que ela visse como eu estou e conhecesse o meu marido. E ela? Mandou fotos de toda a bicharada que ela tem em casa e NENHUMA foto dela e do marido (que eu conheço), mas enfim, queria ver como ela está agora sem nenhuma maldade, fiquei sabendo que ela tinha engordado muito, mas ora bolas, eu também não tenho mais o corpitcho de 18 anos!
Enfim, a troca de e-mails esfriou e parou totalmente, ficou por isso mesmo! Isso deve fazer uns 3 anos!
Agora em 2009, isto deve ser promessa de ano novo, recebo um mail dela querendo me ver e talz. Bah! Fiquei muito chateada pois da outra vez em que eu tomei a iniciativa ela ficou "se fazendo" e agora ela quer me ver?
Respondi até mal-educadamente, mas deletei, descartei, extirpei.
Talvez lendo assim não pareça que eu deveria ter feito isso e tal, mas talvez só eu saiba o quanto eu melhorei como pessoa depois de ter me "libertado". Eu era sempre a errada, se algum gatinho passava olhando nunca era para mim, sempre para ela e outras coisas do gênero, mas não tenho como não me sentir culpada por ter dispensado ela, fiquei com peninha, sabe?

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Maysa - II

Olhei o último capítulo todinho no You Tube!
Não tem como não se emocionar com a parte em que ela e o filho fazem as pazes, pena que logo depois a tragédia ocorra!
Isso me fez pensar porque a gente adia tanto as pazes...
Brigamos com alguém e depois ficamos naquele jogo de nervos para ver que cede primeiro, às vezes o perdão nunca ocorre e quando a pessoa se vai parece que fica uma dívida com a gente, algo que poderia ter sido resolvido em vida, algo que ficou pendente...
Por isso, as pessoas às quais vale perdoar, sugiro que o façamos logo, dane-se o orgulho, dê o braço a torcer, dê o primeiro passo, o máximo que vai acontecer é a pessoa não aceitar o seu pedido de desculpas, e se o erro foi mútuo (quase sempre é), você fez a sua parte!
Mas existem pessoas às quais não queremos perodar, que não merecem o nosso perdão, mas se a gente puder esquecer o que elas fizeram, desde que a pessoa já não siga o caminho conosco, acho que também vale. O que não vale é ficar guardando mágoa e ódio, pois isso só prejudica a nós mesmos, a pessoa de quem a gente tem raiva não sente nada, e os sentimentos negativos só corroem a quem os sente e não ao alvo do sentimento.
Eu ainda preciso esquecer algumas coisas...

sábado, 17 de janeiro de 2009

Maysa

Perdi o capítulo final de Maysa, mas não fico tão chateada pois a própria Globo já adiantou o final no Video Show que passou à tarde! Para quem não acompanhou a carreira de Maysa (como eu), talvez não saberia que ela morreu em um acidente provavelmente mega calibrada. Morreu em uma Brasília que naquela época era um carrão!
O que eu não perdi foi o final da novela A Favorita! Agora tenha dó, aquelas meninas MEGA desafinadas coantando foi o Ó! E ainda o Silveirinha dizer que elas eram dois Rouxinóis, só pode estar surdo o véio!
Parecia duas taquaras rachadas (gíria aqui do RS que diz que quando a pessoa canta mal parece uma taquara rachada, pelo som todo torto que uma taquara racahada faz, não taquara é bambu mesmo, não é um instrumento musical!), mas enfim, odiei, pior ainda foi as meninas cantando pela milionésima vez Beijinho Doce, ah meu pai!
Enfim, A Favorita reprisou hoje, onde vejo a reprise da Maysa? Talvez o maravilhoso You Tube tenha, vou catar, agora vou olhar o show da Tia John na TV pois é de grátis!

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Carta Aberta ao Bradesco

Recebi por e-mail, e como concordo em gênero, número e grau, copio aqui no Blog!

Senhores Diretores do Bradesco,

Gostaria de saber se os senhores aceitariam pagar uma taxa, uma pequena taxa mensal, pela existência da padaria na esquina de sua rua, ou pela existência do posto de gasolina ou da farmácia ou da feira, ou de qualquer outro desses serviços indispensáveis ao nosso dia-a-dia.

Funcionaria assim: todo mês os senhores, e todos os usuários, pagariam uma pequena taxa para a manutenção dos serviços (padaria, feira, mecânico, costureira, farmácia etc). Uma taxa que não garantiria nenhum direito extraordinário ao pagante.

Existente apenas para enriquecer os proprietários sob a alegação de que serviria para manter um serviço de alta qualidade.

Por qualquer produto adquirido (um pãozinho, um remédio, uns litros de combustível etc) o usuário pagaria os preços de mercado ou, dependendo do produto, até um pouquinho acima. Que tal?

Pois, ontem saí de seu Banco com a certeza que os senhores concordariam com tais taxas. Por uma questão de equidade e de honestidade.

Minha certeza deriva de um raciocínio simples. Vamos imaginar a seguinte cena: eu vou à padaria para comprar um pãozinho. O padeiro me atende muito gentilmente. Vende o pãozinho. Cobra o embrulhar do pão, assim como, todo e qualquer serviço.

Além disso, me impõe taxas. Uma 'taxa de acesso ao pãozinho', outra 'taxa por guardar pão quentinho' e ainda uma 'taxa de abertura da padaria'. Tudo com muita cordialidade e muitoprofissionalismo, claro.

Fazendo uma comparação que talvez os padeiros não concordem, foi o que ocorreu comigo em seu Banco.

Financiei um carro. Ou seja, comprei um produto de seu negócio. Os senhores me cobraram preços de mercado. Assim como o padeiro me cobra o preço de mercado pelo pãozinho.

Entretanto, diferentemente do padeiro, os senhores não se satisfazem me cobrando apenas pelo produto que adquiri.

Para ter acesso ao produto de seu negócio, os senhores me cobraram uma 'taxa de abertura de crédito' - equivalente àquela hipotética 'taxa de acesso ao pãozinho', que os senhores certamente achariam um absurdo e se negariam a pagar.

Não satisfeitos, para ter acesso ao pãozinho, digo, ao financiamento, fui obrigado a abrir uma conta corrente em seu Banco. Para que isso fosse possível, os senhores me cobraram uma 'taxa de abertura de conta'.

Como só é possível fazer negócios com os senhores depois de abrir uma conta, essa 'taxa de abertura de conta' se assemelharia a uma 'taxa de abertura da padaria', pois, só é possível fazer negócios com o padeiro depois de abrir a padaria.

Antigamente, os empréstimos bancários eram popularmente conhecidos como papagaios'. para liberar o 'papagaio', alguns gerentes inescrupulosos cobravam um 'por fora', que era devidamente embolsado.

Fiquei com a impressão que o Banco resolveu se antecipar aos gerentes inescrupulosos. Agora ao invés de um 'por fora' temos muitos 'por dentro'.

Tirei um extrato de minha conta - um único extrato no mês - os senhores me cobraram uma taxa de R$ 5,00.

Olhando o extrato, descobri uma outra taxa de R$ 7,90 'para a manutenção da conta' semelhante àquela 'taxa pela existência da padaria na esquina da rua'.

A surpresa não acabou: descobri outra taxa de R$ 22,00 a cada trimestre - uma taxa para manter um limite especial que não me dá nenhum direito. Se eu utilizar o limite especial vou pagar os juros (preços) mais altos do mundo.

Semelhante àquela 'taxa por guardar o pão quentinho'.

Mas, os senhores são insaciáveis. A gentil funcionária que me atendeu, me entregou um caderninho onde sou informado que me cobrarão taxas por toda e qualquer movimentação que eu fizer.

Cordialmente, retribuindo tanta gentileza, gostaria de alertar que os senhores esqueceram de me cobrar o ar que respirei enquanto estive nas instalações de seu Banco.

Por favor, me esclareçam uma dúvida: até agora não sei se comprei um financiamento ou se vendi a alma?

Depois que eu pagar as taxas correspondentes, talvez os senhores me respondam informando, muito cordial e profissionalmente, que um serviço bancário é muito diferente de uma padaria. Que sua responsabilidade é muito grande, que existem inúmeras exigências governamentais, que os riscos do negócio são muito elevados etc e tal. E, ademais, tudo o que estão cobrando está devidamente coberto por lei, regulamentado e autorizado pelo Banco Central.

Sei disso. Como sei, também, que existem seguros e garantias legais que protegem seu negócio de todo e qualquer risco.

Presumo que os riscos de uma padaria, que não conta com o poder de influência dos senhores, talvez sejam muito mais elevados.

Sei que são legais. Mas, também sei que são imorais. Por mais que estejam garantidas em lei, tais taxas são uma imoralidade.

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Tá todo mundo louco!

Hoje foi o dia das insanidades!

Ah! Primeiro, deixa eu me lamentar que faz quase uma semana que não posto, se o post for antes da meia-noite ainda serão 6 dias, mas acho que não vai dar tempo.
Relógio, tic-tac tic-tac tic-tac! Aliás odeio esse barulho, sou da era digital!

Bem, mas tirando eu, tá todo mundo louco, mesmo!

Exemplos: Uma guria termina o casamento e quer dar o cachorro. Ofereceu para mim. Com o gato que eu tenho, não dura cachorro um dia! Dia sim, dia não ele bate em algum intruso! Sim, ele é castrado!

Uma outra guria, falando bem séria no MSN comigo, escreve salame, isso mesmo, salame e sai do MSN. Pergunta: Isso é alguma nova gíria da qual eu estou desatualizada? Devo estar ficando velha mesmo!

Uma mulher da rodoviária, a amante do Shrek, muito feia, credo! Saiu de uma loja de celular oferecendo para todo mundo se ninguém se interessava em comprar o celular dela. Um daqueles modelos mais chechelentos, celular basicão, que nem criança quer mais. A mulher que estava sentada do meu lado disse, nossa, mas a gente vê cada monstro por aqui. Não pude não cair na risada. Queria ter uma foto da lindona para por aqui, seria a sensação do ano.

E a pior das maluquices do dia de hoje: Minha mãe criou um blog, agora está tudo perdido, ela vai ficar me pedindo para ver um monte de coisas! Criei um monstro, ahahah! Talvez ela leia isso, o que é pior!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Nova Lei do Estágio

Até então achava que nada dessa nova lei ia chegar até mim, já que sou estagiária curricular, mão-de-obra barata (grátis) que tanto move essa nossa economia de país emergente.
Pois bem, me afetou e de uma maneira ao mesmo tempo positiva e negativa.
Vamos ao lado positivo primeiro:
O estágio que era de 20 horas passou para 16 horas.
Todos os locais já tinham essa carga horária, só o nosso local não.
A parte ruim é que:
Só se pode fazer 6 horas por dia no estágio. Por que é ruim essa parte? Pensem em alguém que faz por volta de 65 km para ir até o estágio, que é o meu caso. Outros fazem mais, por volta de 80 km! O que seria mais prático? Aproveitar a viagem, já que vamos ter que nos deslocar de qualquer jeito! Para os estagiários remunerados estes ganharão todas as passagens que precisarem para se deslocar até o local, por isso muitos locais estão pedindo pessoas que utilizem apenas uma condução até o estágio.
Mas no nosso caso, sai TUDO do nosso bolso! As leis são feitas para todos e visando melhorar a vida de grande maioria das pessoas, mas sempre sai alguém prejudicado e dessa vez a bomba estourou no meu colo e no colo de muitas colegas que estão tendo que refazer as contas tanto de horários a cumprir quanto de dinheiro para pagar as passagens!

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Coisas que você queria saber, mas tinha vergonha de perguntar!

Por que a gente soluça?

Soluço é a contração involuntária do músculo do Diafragma, responsável pela respiração. O soluço geralmente é causado por uma irritação no Nervo frênico, responsável por ativar o diafragma devido a um aumento do volume do estômago. E não é lenda a história de que um susto pode curar o "soluçante", pois libera adrenalina e ativa o nervo frênico, outra saída é a água gelada, que provoca o mesmo efeito.

Ih!, Meu Pé Dormiu!

Isso acontece porque a compressão do fluxo sangüíneo (ao cruzar as pernas, por exemplo) interrompe o tráfego de impulsos nervosos. Ao restabelecer o fluxo, acontece uma espécie de "curto circuito" nos impulsos elétricos dos nervos, daí a sensação de formigamento". Há até um problema conhecido como "paralisia dos amantes". O casal dorme junto e um deles fica em cima do braço do outro. O fluxo sangüíneo pode ficar interrompido por horas, Comprometendo por meses ou até para sempre o músculo do braço". A saída para o formigamento restabelecer o fluxo sangüíneo, movimentando o músculo. Dependendo do caso, é necessário fazer fisioterapia.

De onde vem a Cãibra?

Segundo o neurologista Acary Oliveira, da Unifesp, 95% da população já experimentou esse espasmo muscular, Em geral na barriga da perna. "Após intensa atividade física, acaba a energia e a musculatura se contrai e não relaxa". Para passar, o segredo é contrair o músculo oposto ao que está doendo, como fazem os jogadores de futebol. Se a cãibra for na barriga da perna, por exemplo, basta alongar os músculos da parte da frente, puxando a ponta do pé para cima, em direção a canela.

O que causa o Arroto?

Também chamado eructação, o arroto é causado pelo ato de engolir ar (aerofagia). "Falar ou comer muito rápido, engolindo ar, são as causas mais comuns". Ingerir alguma substância que contenha gás, como refrigerante, pode ser outra causa provável. A cura não é muito educada. Basta "eructar".

Por que, às vezes, meu Olho Treme?

O espasmo das pálpebras é causado pela contração do músculo orbicular (músculo responsável pelo fechamento das pálpebras). A causa mais provável é que seja provocado pelo cansaço ou tensão. "É como uma cãibra", explica o oftalmologista Paulo Henrique, da Unifesp. O músculo se movimenta rápido para fazer circular mais sangue na região e dissipar o ácido lático, responsável pela irritação na terminação nervosa.

Por que há uma espécie de "Choque" quando se Bate o Cotovelo na Quina da Mesa?

A reação é causada pela compressão de um nervo ghamado ulnar. "No cotovelo, o nervo ulnar está muito exposto, ficando suscetível a pancadas". Esse nervo está ligado aos dedos mínimo e anular. Por isso, a sensação de choque se espalha do cotovelo até esses dois dedos.

Por que tenho a Impressão de já ter Visto um Lugar Onde Nunca Estive?

A sensação de "déjá vu" pode acontecer com quase todos e tem origem biológica. O hipocampo - região do cérebro responsável pelo processamento da memória - é ativado fora de hora, exatamente quando está ocorrendo um fato novo, dando A impressão de que aquilo já estava registrado, de que é um fato do passado. O evento é mais freqüente em pessoas com epilepsia no lobo temporal e isso, provavelmente, está relacionado com" disparo "anormal do hipocampo, um dos centros cerebrais da memória", explica o psiquiatra Roberto Sassi. Mas isso não implica que pessoas que tenham "déjá vu" sofram de epilepsia.

Por que a gente Boceja?

"É uma forma de ativar o cérebro e evitar o sono", afirma o coordenador do departamento de distúrbio do sono da Unifesp, Ademir Baptista Silva. Ao bocejar, o segundo e o terceiro ramo do nervo trigêmeo (um dos nervos da face) são ativados, estimulando o cérebro. O mesmo efeito pode ser obtido mascando chiclete. "O único mistério é o fator" epidêmico "do bocejo ninguém sabe porque as pessoas bocejam quando vêem outras bocejando", diz Ademir.

Esses tempos no Fantástico explicaram que o fato de bocejar quando alguém boceja é por causa de uma característica inata do Ser Humano de imitar os outros para ser aceito no "bando", quando estamos interessados em alguém imitamos os seus gestos sem perceber e no caso do bocejo também, sem perceber já estamos bocejando junto!

Por que os Pêlos ficam Arrepiados?

"O frio e as fortes emoções são os principais estímulos causadores da contração do músculo eretor dos pêlos", afirma a neurologista Cláudia Garavelli. A origem pode estar na teoria darwinista e sua explicação é que o arrepio é uma forma de defesa. No frio, a camada formada pelos pêlos retém o ar quente, aquecendo o corpo. No medo, aumenta-se o volume do corpo, assustando-se assim um eventual agressor, como fazem os gatos.

Por que a Pele da Mão Enruga quando ficamos na Água?

"Porque a camada externa da pele do dedo é composta por uma proteína - a queratina - que pode absorver "água como uma esponja", explica o clínico geral Luís Fernando. A camada externa da pele da ponta dos dedos é "fixa". Para caber o volume de água absorvido, a pele enruga.

O que causa o Espirro?

"É um mecanismo de defesa, uma forma de o organismo liberar bactérias e vírus alojados nas vias respiratórias, especialmente no nariz, limpando-o". Explica o neumologista Clystenes Odyr Silva. Não tente impedir o espirro e jamais bloqueie o nariz para evitar fazer barulho. A velocidade do espirro pode ser de 160 km/h; ao tampar nariz, a pressão é transmitida para um canal do ouvido e corre-se o risco de ter-se o tímpano rompido.

É verdade que Orelhas e Nariz Crescem quando Envelhecemos?

Não. O problema é que o tecido de sustentação da pele perde elasticidade. "A partir dos 75 anos, a flacidez é mais acentuada devido à perda da elastina, proteína responsável pela elasticidade da pele", afirma o geriatra Clineu Almada. "Assim, tecido "cai", dando a impressão de que o órgão cresceu".



Não sei se as respostas estão corretas, mas que é interessante, isso é!

domingo, 4 de janeiro de 2009

Ninguém merece!

Tenho que cumprir 13 horas no estágio agora em Janeiro! Amanhã tenho que fazer algumas e na outra segunda o restante, ninguém merece!
E tudo DE GRÁTIS!

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Voltamos mais cedo...


Pois é, pretendíamos ficar na praia até domingo, mas São Pedro iniciou 2009 extremamente mal-humorado e resolveu fechar o tempo no céu.
Mas foi além do mal tempo uma série de fatores que contribuíram para a nossa volta antecipada, segue a listinha básica:
Mal tempo + praia lotada + fila para tudo + pessoas sem noção + casa cheia + fila até para escovar os dentes + excesso de funk nos carros de som que passam na rua + colhão mole + frio + chuva + alagamentos + excesso de calorias + falta do que fazer + um monte de coisa.
Se é para fazer nada, prefiro fazer nada em casa!
Isso quer dizer que voltei à ativa!
Vou aparecer mais vezes!
Beijos e um 2009 Mara para todos!