Esse blog é uma verdadeira caixa de retalhos, escrevo tudo o que quero, lê quem quiser e comenta quem acha alguma coisa.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Maysa - II

Olhei o último capítulo todinho no You Tube!
Não tem como não se emocionar com a parte em que ela e o filho fazem as pazes, pena que logo depois a tragédia ocorra!
Isso me fez pensar porque a gente adia tanto as pazes...
Brigamos com alguém e depois ficamos naquele jogo de nervos para ver que cede primeiro, às vezes o perdão nunca ocorre e quando a pessoa se vai parece que fica uma dívida com a gente, algo que poderia ter sido resolvido em vida, algo que ficou pendente...
Por isso, as pessoas às quais vale perdoar, sugiro que o façamos logo, dane-se o orgulho, dê o braço a torcer, dê o primeiro passo, o máximo que vai acontecer é a pessoa não aceitar o seu pedido de desculpas, e se o erro foi mútuo (quase sempre é), você fez a sua parte!
Mas existem pessoas às quais não queremos perodar, que não merecem o nosso perdão, mas se a gente puder esquecer o que elas fizeram, desde que a pessoa já não siga o caminho conosco, acho que também vale. O que não vale é ficar guardando mágoa e ódio, pois isso só prejudica a nós mesmos, a pessoa de quem a gente tem raiva não sente nada, e os sentimentos negativos só corroem a quem os sente e não ao alvo do sentimento.
Eu ainda preciso esquecer algumas coisas...

4 comentários:

Flávio disse...

Realmente, brigamos por qualquer coisa e acabamos nem nos perdoamos depois.

Daiane Daniela disse...

Uh q profundo Fabi!
Pior q falou toda a verdade...
Eu sou assm, fico ali vendo qm cede primeiro, mas meu coracao mole em meia hora, as vzs ateh menos jah tah molinho e sempre sou eu q cedo, mesmo as vzs estando certa...Tbm n sei s isso eh bom. Soh sei q eh mto melhor fazer as pazes com quem a gente gosta.
Tbm tnho muita coisa para esquecer, d pessoas que espero n conviver mais...E tbm coisas para perdoar de pessoas que amo e convivo. Mas um dia eu chego lah!

Fabi disse...

Perdoar mesmo quando não se está errado não tem muita razão, assim você acostuma as outras pessoas a sempre colocarem as culpas em você ;)

Marcela Mastroiany disse...

Concordo 100% com tudo o q vc disse. Às vezes esquecer é bem difícil... beijos!!