Esse blog é uma verdadeira caixa de retalhos, escrevo tudo o que quero, lê quem quiser e comenta quem acha alguma coisa.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Poema de Homenagem às Mães


Homenagem às Mães

Quisera ter a ciência
Pra cantar em poesia.
Mas me falta conhecimento
Assim como experiência,
Da métrica e da rima
Com se faz a melodia,
Que segue lista o choro da prima.

Quisera ter a ciência,
Para engendrar em poesia,
As idéias e pensamentos
Em compassada métrica,
Das odes e líricos sonetos.
Quisera ter a ciência,
Pra poder cantar em poesia,
O que se entende por magia,
Que vem contida, escondida
No coração de uma Mãe.
De poder desvendar,
Para poder com mais calor,
Num abraço demonstrar
De um filho seu amor.


Ah! Se eu pudesse,
Dar de mim toda a ternura
Para entregá-la em favor
De uma Mãe seu amor.
Oh! Quão feliz eu seria
De andar sempre a porfia
Ao lado de minha Mãe.
Então sim compreenderia
O porquê do seu sorriso,
Ainda que em sofrimento.

Oh! Como não temos memória.
Não lembramos com constância.
Dos tempos da nossa infância,
Tempo de luta e cuidados
Que a Mãe dedica ao filho.
Parece que tem um anilho,
Que a prende firmemente
Ao seu pequeno rebento,
Sem choros e sem lamentos,
Num cuidado tão especial.

Oremos ao Pai Celeste,
Que das alturas do céu,
Vigia as Mães deste mundo.
Elevemos a Deus nossas preces
Pra que Ele sempre esparja
Para as Mães suas benesses.
Que conceda a todas elas,
Os enlevos de seus filhos,
Pra que possam, neste mundo,
Gozar tranqüila as delícias
Do conforto filial.

 Autoria do meu querido tio Elomar Adão Magrinelli Johansson

Nenhum comentário: