Esse blog é uma verdadeira caixa de retalhos, escrevo tudo o que quero, lê quem quiser e comenta quem acha alguma coisa.

domingo, 6 de março de 2011

O que fazer para passar o tempo no carnaval?

  • Dar banho no gato;
  • Lavar toda roupa acumulada;
  • Pendurar todas as roupas;
  • Passar essas roupas;
  • Jogar no computador;
  • Entrar no MSN;
  • Não ver ninguém que preste online;
  • Entrar no Orkut;
  • Prometerq ue vai deletar o Orkut porque não tem nada que preste;
  • Lembrar que tem os joguinhos legais no Orkut;
  • Jogar esses joguinhos;
  • Entrar no Facebook;
  • Jogar Farmville;
  • Ir na sacada olhar o movimento do bailinho de carnaval;
  • Fazer comida;
  • Comer;
  • Dormir;
  • Ler um livro;
O que mais sugerem para a lista?

sexta-feira, 4 de março de 2011

Momento Deprê

Tenho sonhado com assaltos, alguém invade meu apartamento e fico sem defesa. Meu marido nunca está presente para me proteger. Comentei isso com ele e recebi a resposta:
- Que bom que não estou contigo, pois não se deve reagir a assaltos e você poderia ficar viúva. =S
O sonho é o simbólico do que estou sentindo, estou me sentindo sem apoio, sem suporte, sem amparo e meu sonho expressa isso. 
Por outro lado, atendo pessoas na clínica que dependiam muito de seus cônjuges e quando se vêm tolhidos de sua presença sentem que estão sem chão. 
Mesmo sabendo disso, sinto que preciso de mais apoio, não posso contar com meu marido para quase nada, pois o trabalho o consome demais. Por isso os sonhos... No primeiro deles, um cachorro que mais parecia um lobo danificou toda a porta do apartamento e precisou que meu pai viesse para me ajudar a consertar, sendo que esse papel deveria ser do meu marido, ainda busco a proteção do meu pai nos problemas...
Ao mesmo tempo, a parte racional tenta conpreender, relevar, mas é difícil sentir que falta a parceria...